domingo, 31 de março de 2019

Numero 30 - Criação madura




Numero 30
O 30 também indica 3x10.

O que nos lembra muita maturidade com arte, estética, comunicação, alegria, sociabilidade e uma forma encantadora de ver a vida.

Quando eu era bem jovem, conheci e convivi com um homem fantástico que marcou minha vida. Armindo de Jesus Trinta. Era um homem alto, belo, imponente, costumava usar um terno azul rei. Apertava sua mão com firmeza e com um sorriso nos lábios, olhava firme nos seus olhos e dizia, "Seja uma semente de alegria e de luz, já existe no mundo tristeza bastante"

Ele era um palestrante eloquente e puxava do bolso um pedacinho de papel com uma frase como essa e fazia um discurso maravilhoso que enchia a todos de esperança e entusiasmo...

Lembro dele hoje com alegria e gratidão pois ele foi a semente que despertou em mim, ainda garoto,  o meu entusiasmo pela vida.

Abra as janelas! deixe o sol entrar, coloque uma bela música e deixe a magia da vida lhe contagiar e fazer crescer o seu entusiasmo de viver e assim espalhar bênçãos para aqueles que estão ao seu redor.
Mas não era apenas um teórico cheio de ideias brilhantes. Ele tinha consciência do grande trabalho necessário para construir o caminho para levar as ideias a realização.

É uma pena que ele se foi e está difícil encontrar pessoas assim, que tenham a coragem de ousar ser alegre e entusiasmada, que possa contagiar os demais com sua esperança e que tenham também boas ideias transformadoras, pois estamos nos acostumando com as coisas ruins e achando que elas é que são o normal, e que a vida é assim mesmo, cheia de problemas sem solução.

Estive em uma feira orgânica em uma Praça na Tijuca e me surpreendi com algo simples, mas inovador que está acontecendo silenciosamente, como se fosse um outro mundo que está nascendo.
Me pareceu que estava em um mundo a parte, onde as pessoas não estão apenas preocupadas com o preço dos alimentos, mas sim com a forma como ele foi plantado, e cultivado, se recebeu algum tratamento químico, se tudo é mesmo natural e bem cuidado.

As verduras tem cheiro de verde, o sabor é leve e você come com prazer, vegetais viçosos e nutritivos. O queijo tem um gosto e um aroma que a muito tempo eu não sentia, e eles não colocam nada de especial para isso, muito pelo contrario, eles deixam de colocar aditivos químicos e a natureza faz o resto.

A impressão que fiquei é que aquilo a que estamos acostumados, com tantas químicas é na verdade um mundo artificial que deprecia a qualidade dos produtos para atender a necessidade de produção em massa. Eu pensava que havia perdido o paladar com o tempo, mas descobri que não foi nada disso, os alimentos é que perderam o sabor original.

Quando você come uma verdura ou um vegetal com este padrão de qualidade, parece que não é só a comida que é diferente. Algo dentro de você  também se modifica e te torna mais sensível e amoroso.

Percebemos então como tudo isso afeta a nossa vida. A maneira como você escolhe e cuida da sua comida mexe com você por dentro e faz você se comportar de uma forma mais agressiva ou mais sensível.

Quando você come carne de animais, embora você não tenha feito a violência, ela está latente no seu inconsciente, mas se você experimenta uma alimentação que sabe que é feita com carinho desde a escolha das sementes até o processo final de colheita, a forma como é transportada, embalada e vendida, você é contagiado por este toque humano e você quer preservar esta pureza com você.  Não faz sentido comer uma alface natural com um tomate cheio de agrotóxico, ou com um bom pedaço de bife sangrento, entende?

Entendo que uma nova ideia transformadora precisa ser amadurecida e construída para que seja útil a todos. Uma coisa que observei na feira é que eu me senti um ser privilegiado por estar experimentando aquele manjar dos deuses em forma de alimentos.

Me dei conta que a grande maioria das pessoas desconhece esta realidade, e que mesmo que todos decidissem optar por alimentos orgânicos, a produção e os métodos atuais não dariam conta de alimentar milhões de pessoas.

A maior parte dos produtos naturais, por não ter conservantes e aditivos químicos não suporta um ou dois dias de estrada para chegar do centro produtor ao consumidor. 

Apenas uma parte insignificante da população poderia ser atendida através do processo atual. Seria necessário reformular o processo produtivo e as relações de consumo e toda cadeia produtiva, ao mesmo tempo em que se torna necessário reeducar as pessoas.

Eu mesmo faço o meu pão e meus bolos com ingredientes naturais, sem quaisquer conservantes, e quando descuido em dois dias já está mofado. Criei meu método de cortar e congelar para que possa durar a semana toda.

Como fazer para atender milhões de habitantes, o que precisa mudar? 

Que processos novos precisam ser inventados para atender uma demanda crescente de alimentos orgânicos, para tornar isso uma regra e não mais a exceção?

Sentimos a necessidade de repensar nossas ideias para que sejam aplicáveis e que possam construir uma nova realidade...


CONHEÇA O LIVRO NUMEROLOGIA DA ALMA

 Conheça o Livro Numerologia da Alma
   


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Azul e rosa

É impressioanante como a raiz de todo o conflito humano se resume a essa dualidade. Tudo o mais são matizes derivadas de múltiplas combin...