Pular para o conteúdo principal

Encontros e desencontros explicados pelos numeros


Quem já não viveu um grande amor ? Ou terá sido uma daquelas paixões passageiras, do tipo fogo de palha ? E quem se importa em definir o que lhe vai na alma, quando as emoções mais simples fazem disparar o coração ?

Quem não sentiu aquela ardente paixão, que chega no início das férias e acaba quando as férias terminam ? Um amor de verão !

Quando as energias do 3 e do 5 se encontram, os sentimentos costumam ficar fora de controle.

O 3 é um eterno sonhador, um romântico apaixonado. O 5 é um aventureiro incontrolável, um amante sedutor. Os dois, quando se juntam, provocam romances e aventuras apaixonantes, tão fantasiosas e intensas que, às vezes, até parecem amor.Esses sentimentos costumam arder como enormes labaredas, que até parecem que nunca irão apagar. De repente, a fogueira se transforma num monte de brasas, que, depois de esfriarem, deixam para trás um vestígio de fuligem, que, com o tempo, vira uma poeira de mágoas e ressentimentos.

Escândalos e traições são comuns, sempre que uma paixão passageira é confundida com o amor.

As causas estão relacionadas a antigos karmas de traição e adultério, ocorridos em vidas passadas. Esses karmas são identificados pelas presenças dos números kármicos 14 e 16.

Os desencontros ocasionados por essas paixões kármicas costumam ser responsáveis por medos e inseguranças, diante de novos relacionamentos. Algumas vezes, é tamanha essa decepção amorosa, que pode levar a futuras vidas solitárias e repletas de amargura.

Em tais situações, o 7 passa a predominar, estimulando o culto ao silêncio e à solidão. Nessas fugas, o antigo amante pode vir a se tornar o místico e contemplativo estudioso dos segredos do ocultismo.

O interesse e a dedicação à vida espiritual podem afastar essas pessoas do casamento e de qualquer relação que as aproxime demais das outras. O rigor com que passam a julgar a todos e a recusa a compartilhar a sua privacidade são fatores determinantes das dificuldades que elas passam a encontrar para se relacionarem afetivamente com alguém, principalmente vivendo debaixo do mesmo teto.

Encontros e desencontros também podem surgir na presença do número kármico19, que é um coletador das dívidas contraídas noutras vidas. Aqueles que não souberem interpretar os"perde e ganha", como lições a serem aprendidas, para que respeitem mais os direitos e valores alheios, sofrerão permanentes perdas, até quitarem todas as suas dívidas contraídas em encarnações passadas. Com isso, os seus relacionamentos não perduram por muito tempo, as separações se sucedem, em meio a sofrimentos e decepções, e aquele encontro que parecia eterno resulta num novo desencontro, pouco tempo depois.

Os encontros e os desencontros não passam de etapas naturais, dentro do processo amoroso, pelo qual todos deverão passar, antes de atingirem um relação amorosa estável e duradoura, simbolizada pelo número 6.

Os sonhos e as fantasias dos números 3 e 5 fazem parte dos encontros, como peças românticas e amorosas, e nem sempre são motivos de rompimentos e decepções, como acontece num amor de verão. Eles podem vir a ser os portais de acesso aos grandes amores, que conduzem à união conjugal perfeita, preconizada pelo número 6.

Os desencontros devem ser vistos como experiências educativas na consolidação das uniões, ajudando a entender e superar as dificuldades kármicas, por obrigar-nos a refletir sobre os nossos erros e defeitos.

Encontros e desencontros sempre fizeram parte da história dos casais que deram certo. Antes de celebrarem a grande união do 6, muitos casais sofreram as ilusões do 3 e do 5, mas souberam administrar juntos as divergências e os conflitos, até encontrarem a harmonia ideal.

Assim como a natureza não pode viver só de primaveras e verões, o amor também tem seus outonos e invernos. No meio de romances e paixões, de uniões e separações, vivem-se encontros e desencontros, enquanto se busca entender o verdadeiro sentido da vida, que nos é revelado pela missão de cada um de nós.

O despertar para a missão e a determinação em cumprí-la hão de ser suficientes para harmonizar os nossos sentidos e ajudar-nos a refazer os contatos, que foram desfeitos, por incompreensão e intolerância, levando-nos a repetitivos, cansativos, intermináveis, porém, instrutivos encontros e desencontros.


Quem não souber lidar com esse vai-e-vem amoroso, corre o risco de ficar para trás e perder o trem da história.

Gilberto Gonçalves


Gostou do texto?

CONHEÇA O LIVRO NUMEROLOGIA DA ALMA

 Conheça o Livro Numerologia da Alma
   

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Numero 15 - Família é tudo de bom

Numero 15


Nosso líder acordou cedo já fez o café, tomou café com a esposa e os filhos, levou as crianças na escola... Ele agora quer cuidar das pessoas, se relacionar, amar e ser amado... Desde que tudo corra conforme ele gosta, é claro... Há que vida boa...

Quem pensava que a vida familiar era monótona e parada, está vendo agora que ela é muito agitada, cheia de movimentos, festas, compromissos, comemorações, alegria e mudanças... Uma criatura que gosta de controlar(1)  e mudar as coisas (5)  encontra um "prato cheio" e fica muito entusiasmada...

E se apaixona pelas pessoas e pela rotina. Mas tem que ser do seu jeito...

Família é a coisa mais legal que tem. É falar sem pensar, todo mundo falando ao mesmo tempo, é encarnar no irmão, colocar o apelido justamente que ele não gosta, fazer trapaças, contar segredos É cumplicidade,  fazer traquinagens... É almoço com todos reunidos na mesa, uma brigalhada danada e muita gargalhada, o tio mala... muitas historias e muitas piadas…

Número 13 - O tradicional

Número 13


Devemos pensar que um 13 como resultado final ou no TN pode ser visto como um 10+3 , o que nos remete de novo a ideia da maturidade de quem sabe que cometeu erros de omissão e aceita se submeter ao trabalho duro sem revolta...
O treze recomenda agir com cautela (4) e pés no chão para evitar devaneios (3) e procrastinação  e trabalhar duro para evitar a preguiça.

A riqueza de ideias é criadora e multiplicadora de possibilidades. Uma mais bela que a outra e cada uma apontando um novo caminho.

Queremos ficar com todas não é mesmo?

Mas enquanto não fizermos uma escolha e seguirmos um caminho de cada vez, nada se constrói efetivamente.

Urge então fechar provisoriamente  esta fábrica multiplicadora de sonhos e devaneios, e para isso  precisamos primeiro cercar  para permitir a fixação da massa que sustentará as estruturas. Mas é claro que precisamos de muito cuidado para não endurecer demais e secar totalmente nossa fonte...

A matéria prima das cercas é feita do número 4, a razão,  e um…

Numero 28 - A nobreza do lider

Numero 28

Vocês sabem o que é um grupo de networking? 

São grupos as vezes com 50 a 100 empreendedores que se reúnem com o objetivo de gerar mais negócios para todos. Semelhante às fraternidades mas com um objetivo mais voltado a resultados financeiros.

Normalmente estes grupos não tem um dono, embora tenham um líder e diretores escolhidos pelos demais para manter a ordem e a disciplina. Como as fraternidades, os membros se reúnem em dias certos, conversam e trocam ideias sobre seus negócios, fazem amizades, brincam e até surgem desavenças, exatamente como um qualquer família.

Mas com tantas pessoas com os mesmos interesses, como que se consegue gerar oportunidades para todos e como alguém consegue se destacar dos demais sem gerar competição?

Surge então dois valores importantes  VISIBILIDADE e CREDIBILIDADE.  Os dois juntos produzem maior rentabilidade.

E como você faz para se tornar mais visível em um grupo, uma vez que não tem chefe, e como isso pode gerar resultados?

A respost…