Pular para o conteúdo principal

Conflitos entre o Numero 1 e 2 explicam os Humores Masculinos


Meus queridos leitores homens, eu vos dedico um pouco do meu tempo, mantendo-me vigilante e com um olhar atento em meu feeling e com o outro cuidando dos meus humores.

Prometo-vos, leitores homens, ajudar-vos a entender melhor os vossos arroubos de mau humor que são enigmas indecifráveis para quase todas as mulheres, e razões de sérias brigas entre marido e mulher.

Acredito que muitos já ouviram falar de anima e animus, termos utilizados por Jung para definir o aspecto feminino existente no homem e o aspecto masculino presente na mulher. Creio mesmo que já devam ter ouvido falar que esses aspectos estão muito ligados aos sentimentos da filha mulher com o pai e do filho homem com a mãe. Mas, a realidade, segundo Jung, vai muito além desses apegos e chamegos de adolescência.

Comecemos tentando entender essa presença feminina no homem e masculina na mulher. Deixem-me, logo de pronto, tranqüilizar-vos, conservadores e liberais leitores, afirmando que não entrarei nessa discussão que vem sendo explorada de um modo distorcido pela mídia e que confronta os direitos dos homossexuais, casamentos entre gays e similares.

O grande estudioso da mente humana, o gênio da psicanálise espiritual, Carl Jung, demonstrou que o ser humano é andrógino, o que significa que ele combina em si, os dois elementos, o masculino e o feminino. A mulher interior no homem, Jung chamou de anima, e o homem interior na mulher, animus.

Dizia Jung que, as criaturas humanas somente conseguem a sua plena integração se souberem incorporar esses elementos às suas personalidades. O homem precisaria assumir o seu elemento feminino e a mulher, o masculino, sem o que não haveria esperanças deles entenderem as suas verdadeiras essências.

De acordo com Jung, é raro o homem que conheça, ou reconheça, a sua anima, e que consiga manter um relacionamento satisfatório com ela. Mas, para que isso venha a acontecer, antes é necessário saber empregar o feeling, a percepção intuitiva ou a sensação desprovida de emoção.

É raro o homem que conheça o suficiente sobre seu componente feminino, ou ainda melhor, que tenha um relacionamento satisfatório com esse seu aspecto feminino. Sem o feeling, o homem jamais dará o verdadeiro valor à sua anima, insistindo em desconhecê-la, não lhe conferindo o devido valor e não tendo com ela o indispensável envolvimento total.

De um lado desenvolver o feeling, do outro não se deixar tomar pelos humores! Quando está tomado por seus humores, é como se o homem se tornasse uma “mulherzinha”, dominado pela parte feminina da sua natureza. E não vai nesta observação nenhum sentido de julgamento comportamental de caráter sexual.

A “mulherzinha” que se faz presente na personalidade masculina é uma manifestação do seu inconsciente, diante da reação de alguns aspectos da sua constituição feminina interior. Isto se observa de forma bastante visível, quando o homem é contrariado e se isola num canto, agarrado a um jornal, que finge ler, ou de olhos pregados na televisão, sem se dar conta do que se passa na telinha à sua frente.

A Numerologia da Alma diria que o número um está num enorme conflito com o número dois, e que ambos se comportam de modo radical, tentando ocupar o mesmo espaço, num ambiente que só permitiria uma presença única.

As mulheres mais sábias costumam dizer que o marido “está de veneta”, e nem é bom chegar perto. Elas têm toda razão de esquecer o seu homem amuado e calado, num canto qualquer da casa, sem tentar insistir na polêmica que resultou naquele estado de ânimo.

A realidade, meus nobres leitores, é que são poucas, muito poucas, as mulheres que utilizam nessas horas o bom senso de não polemizar ou de simplesmente deixar para depois. O seu homem só precisa de um tempo para espantar os seus humores, e voltar ao seu mundo masculino seguro e confiante.

A mulher, sem saber quem seja a tal “mulherzinha” que se apossou do seu macho, fazendo-o carente e magoado, acaba ficando zangada e despertando o seu homem interior na forma de um “machão raivoso”. Enquanto o nº 1 sempre controlador e poderoso se fragiliza com suas inseguranças e mágoas, o nº 2 esquece suas fraquezas e timidez e assume o papel de super-herói, enfrentando o vilão, para que se faça a justiça e tudo retorne à antiga ordem.

Quem já não testemunhou essas brigas de marido e mulher, que começaram por coisinhas miúdas e terminaram num enfrentamento violento, com os dois botando para fora antigos ressentimentos e raivas reprimidas? Não há conflito pior do que o lado feminino do homem enfrentando o lado masculino da mulher. Os dois ficam inteiramente dominados por sua anima e seu animus, perdendo ambos o bom senso e os limites da razão.

É comum atribuir-se à mulher a culpa por essas brigas de casais, e, se não há propriamente motivo para culpá-las, não há como retirar suas responsabilidades por ter alimentado os humores do seu homem. Diz-se que faltou feeling, não houve a percepção intuitiva de que não era uma boa hora para tentar celebrar o acordo de paz. Mas, o que se pode fazer com um nº 2, pacificador, diplomata e eterno conciliador de conflitos? E assim, lá vai a mulher com o seu nº 2 aguçado tentar celebrar tratados de paz no meio da guerra, quando ainda não é a hora propícia para o início das conversações.

Os humores dos homens são problemas deles, que terão de resolvê-los sozinhos. As mulheres não têm culpa alguma, e se forem pacientes e pararem de se sentir culpadas, logo eles sairão daquele estado de sisudez e isolamento, voltando a conversar como se nada houvesse acontecido.

Acreditem meus leitores homens, que a culpa de muitas das brigas de casais é do feminino, mas não da mulher, o feminino do homem que existe no íntimo de todas as personalidades masculinas. Concordo que essas brigas não são de exclusiva responsabilidade da mulher que existe dentro de todo homem, mas também do homem que existe em cada mulher.

Domar essas feras interiores é uma espinhosa missão, por serem sensações estranhas em ambientes hostis – o feminino no homem e o masculino na mulher. Mas, é bom tentar. Que tal somar as forças, no lugar de dividir?

Se somarmos o nº 1 com o nº 2, nós encontraremos o nº 3, a energia sentimental, romântica e sociável, em que prevalece o bom humor e a beleza. Nada poderá ser mais indicado para um casal do que levar uma vida sob o enfoque do nº 3, onde o bom se faz presente e beleza é fundamental.

Agora, minhas atentas leitoras, quando o seu marido ficar emburrado por qualquer coisa, não se sintam culpadas, nem tentem saber os motivos. Deixem-no em seu canto em paz.

A “mulherzinha” dele é muito zangada, e nem é bom provocar o “machão zangado” que existe dentro de cada uma de vós.

Guardai bem todos vós essas duas palavrinhas latinas, animus e anima. Elas são as grandes responsáveis pela maioria dos divórcios por esse mundo afora. Sem feeling, elas agem como umas desatinadas, tumultuando a vida dos casais. Meditem bem sobre elas, antes de começar tudo de novo. Os homens têm humores, e as mulheres não podem perder os seus.


Deixo-vos como sugestão final a leitura de duas obras definitivas sobre esse tema, ambas escritas por Robert A. Johnson, HE e SHE. E se gostardes, eu também vos recomendo o terceiro livro da trilogia, o WE.

Gilberto Gonçalves


Gostou do texto?

CONHEÇA O LIVRO NUMEROLOGIA DA ALMA

 Conheça o Livro Numerologia da Alma
   

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A objetividade do numero 1

Número 1 O número 1 é o impulso, o primeiro passo, o início de tudo. Absoluto e solitário, tudo gira ao seu redor, o único que pode existir sozinho, ele vem de si mesmo. Ele rasga o silêncio do nada e do conformismo, ele fere e incomoda. É a essência da expressão e da vida, o desejo intenso que se expressa na busca de um objetivo... Mas ele é imaturo e desconhece os riscos e obstáculos do caminho. E muitas vezes será alvo de críticas e julgamentos, principalmente dos acomodados. Por ser o primeiro, ele acaba sendo seguido e lidera movimentos de mudança. Ele divide de um lado os que o apoiam e do outro os que não compreendem. Minha experiência me mostra que algo neste líder representa uma necessidade de agir, de decidir e sair de cima do muro, de ter a coragem, de se arriscar e perder o medo da crítica. Em sua volta  às pessoas esperam sua iniciativa. Depois que ele age, vem os aplausos e as criticas, mas antes havia o silêncio e a continuidade de

Conheça a Alma dos Números e um Novo Caminho se Abrirá

A Numerologia da Alma é uma metodologia desenvolvida pelo mestre Gilberto Gonçalves a partir da Numerologia Pitagórica, que analisa os números sob uma visão psico-espiritual, dando ênfase a busca da "alma dos numeros" para revelar os planos da alma para a vida. A partir desta comprensão o indivíduo se torna capaz de compreender melhor a si mesmo, conhecendo seus desafios, seus talentos e forças que traz dentro de si, os planos de sua alma para esta vida e qual a missão foi programada para ser cumprida e quais valores deve desenvolver para cumprir esta missão. De acordo com a Visão Pitagórica, os números são a linguagem da natureza que expressam assim a Harmonia universal. Ao compreender estes simbolos somos capazes de "ouvir" ou "ler" o que a vida quer nos dizer, e ao confirma-los através da nossa propria reflexão interior nos tornamos auxiliares da vida na construção de nós mesmos. O estudo da Numerologia da Alma promove a expansão do nível de consciênci

Numerologia – A Personalidade de Quem Nasce no dia 22

Nascidos num dia 22 Aqueles que nasceram num dia 22 trouxeram para esta vida os dons de mestre educador e sábio conselheiro, devendo usar os seus talentos para incentivar a prática de ações humanitárias. Eles são ótimos planejadores e habilidosos construtores, sabendo idealizar a obra na mente e concretizá-la fisicamente. Eles funcionam muito bem, tanto no mundo dos negócios, como na área educacional, passando conhecimentos. Essas pessoas são muito emotivas mas também práticas, precisando controlar suas emoções e atividades, de modo a evitar estresses nervosos. Elas se dão muito bem quando direcionam as suas ações para atividades que contemplam a muita gente, podendo promover grandes obras beneficentes com larga repercussão no mundo. Elas vivem tendo pressentimentos e intuições que deverão ser seguidas sem vacilação, por conterem verdades que estão ocultas aos olhos físicos e à mente racional. Os acontecimentos na vida dessas pessoas costumam acontecer em dobro, o que deve

Numerologia – A Personalidade de Quem Nasce no dia 23

Nascidos num dia 23 Aqueles que nasceram num dia 23 não costumam ter afinidades com as atividades comerciais e rotineiras. Eles pensam com rapidez e agem com um dinamismo fora do comum, como todos que são regidos por números que somados dão 5. Essas pessoas gostam de pensar, adoram usar a mente para analisar os outros e são imensamente criativas no uso de argumentos que convençam a todos da exatidão de suas teses. Quem nasce nesse dia costuma ter uma personalidade sedutora, que encanta a todos, especialmente às pessoas do sexo oposto. Isto pode torná-los eternos conquistadores, sempre envolvidos com casos amorosos e mergulhados em atividades sociais. O seu tempo, porém, não deveria ser desperdiçado com aventuras e conquistas, mas com ações construtivas que os tornassem reconhecidos e afamados, pois eles precisam se orgulhar de suas realizações. As atividades físicas em geral atraem essas pessoas, especialmente aquelas que unem a ação ao pensamento, através de atividades dinâm

Número 11 - O líder servidor

Numero 11 O 9 põe a mão na massa, O dez é um salto e o 11 Potencializa o amor. O 9 é uma energia muito necessária nesse momento que passamos, onde a visão da maioria não ultrapassa as paredes de casa... Porém a energia do 11 (sempre a vibração daqueles que estão mais na frente em algum aspecto) é fundamental para alimentar de esperança e de energia, de conhecimento e de apoio, aqueles que trabalham e não tem muito tempo para filosofar. Ao mesmo tempo, o 11 inspira aqueles que estão quase despertando, e guiam os que despertaram e procuram uma luz. O 11 potencializa o amor, a dedicação e o cuidado do 2. Ou seria o 2 potencializado pela vivência e sabedoria. (Silvia Fittipaldi) O Dez é um salto. Acredito porque completou todo o ciclo inicial, é a soma do 1 + 2 + 3 + 4 (no Tetraktys), que simbolizam respectivamente: a mônada, a dualidade, a criação, a matéria. Esse conjunto forma o todo. E esse todo Pitágoras chama Deus. E por isso ele considera o 10 o número de Deus. Se

Numero 10 - A conquista de si mesmo

Numero 10 Bom dia! Hoje é um dia 10! Vamos tirar 10? Precisamos correr atrás de um 10? Ai que emoção, que ansiedade a competição, até interna, por aprovação. E mais que isso, ser o ou a MELHOR! O ZERO potencializa o efeito do número que o antecede? Representa a mudança de nível na  evolução, como o progresso de um ponto ao longo de uma espiral? O número 10 é representado no Tetraktys de Pitágoras como o número "resumo" de Deus, ou todo: 1 + 2 + 3 + 4 = 10 - o triângulo perfeito representa o todo, a partir do 1, a mônada, passando pela dualidade, o 2, o início da vida, o 3, até chegar na matéria, o 4. E essas quatro dimensões somadas formam o todo. Por isso essa visão totalizadora e individualista do 10. Na aula sobre talentos natos, o mestre Gilberto finaliza alertando "A conclusão a que se chega é que as pessoas do dia 10 são líderes muito poderosas e com fortes tendências solitárias, como se a presença do zero, junto ao número 1, lhes

Número 13 - O tradicional criativo

Número 13 Devemos pensar que um 13 como resultado final pode ser visto como um 10+3 , o que nos remete de novo a ideia da maturidade (10) que sabe que precisa dar um sentido pratico a sua criatividade(3) através do trabalho(4). O treze recomenda agir com cautela (4) e pés no chão para evitar devaneios (3) e procrastinação  e trabalhar duro para evitar a preguiça. A riqueza de ideias é criadora e multiplicadora de possibilidades. Uma mais bela que a outra e cada uma apontando um novo caminho. Queremos ficar com todas não é mesmo? Mas enquanto não fizermos uma escolha e seguirmos um caminho de cada vez, nada se constrói efetivamente. Urge então fechar provisoriamente  esta fábrica multiplicadora de sonhos e devaneios, e para isso  precisamos primeiro cercar  para permitir a fixação da massa que sustentará as estruturas. Mas é claro que precisamos de muito cuidado para não endurecer demais e secar totalmente nossa fonte, ou em outras palavras tornaria a pessoa rígida

Numerologia – A Personalidade de Quem Nasce no dia 7

Nascidos num dia 7 Aqueles que nasceram num dia 7 são intelectuais, detalhistas e de tendências solitárias. Por isso, é muito comum encontrá-los em atividades científicas, unindo o seu poder mental com o prazer de trabalhar a sós. Eles conseguem uma união perfeita do intelecto com a intuição, o que os tornam, ao mesmo tempo, cientistas e místicos. Essas pessoas que nasceram num dia 7 são muito sensíveis e retraídas, e dão preferência a viverem sozinhas, não apenas por suas vocações solitárias, mas também para não terem de conviver com ordens e decisões alheias. Elas não se adaptam bem a quaisquer formas de sociedade, principalmente se tiverem de dividir o poder meio a meio com o sócio. Devido à sua profunda capacidade de concentração e análise, essas pessoas tendem a ser auto centralizadoras e teimosas, pois só se convencem do que sejam capazes de entender e controlar. Por isso, adiantam muito pouco os conselhos e as experiências alheias, para fazê-las mudarem de ideia. Um ou

O Número 12 está em cena

Numero 12 Sim, o doze está em cena trazendo bem explícito sua individualidade e sua sensibilidade e alegria, nos levando a despertar também nossa expontaneiadade... O líder se permitiu a insegurança da dúvida. Agora mais consciente e maduro ele reconhece suas fraquezas e as espoe sem perder sua força. E daí pode surgir uma nova possibilidade de abrir novos caminhos... Responsabilidade com liberdade(4x3) Agora as possibilidades se multiplicam diante do grau de maturidade. O líder agora tem mais consciência e pode ter mais liberdade sem deixar de seguir certos limites que são importantes. Começam então a ser criados os raios internos que permitem lidar com a diversidade sem perder o foco. A Divisão em 4 quadrantes, e cada quadrante dividido em 3 níveis, o básico, o avançado e superior ou mestrado. Dividir para facilitar, mas deixar uma margem e espaço de criação dentro de certos limites. Dar liberdade com maior responsabilidade sem uma cobrança mais incisiva.

Numerologia – A Personalidade de Quem Nasce no dia 15

Nascidos num dia 15 Aqueles que nasceram num dia 15 amam a família e o lar. Essas pessoas podem tornar-se ótimos pais, mães, esposas e maridos, por serem muito responsáveis e atuantes. Como professores, seriam amorosos e inovadores, lidando com os alunos, como se fossem seus filhos. Os nascidos nesse dia atraem boas oportunidades de ganhos financeiros, mas precisam controlar os seus impulsos de teimosia e dominação, que podem criar-lhes problemas nos negócios. Eles costumam aprender tudo com muita facilidade, através da observação e das tentativas de acerto, já que não têm muita paciência para estudos ou pesquisas. Elas são pessoas de grande vitalidade, permanecendo muito ativas e com aparência jovem, mesmo em idade mais avançada. As mulheres costumam ser boas cozinheiras, mas se recusam a seguir receitas, preferindo o improviso na hora de dosar as medidas ou de escolher os ingredientes. Elas também se sentem muito atraídas pela arte, especialmente pela música, cantando ou