Pular para o conteúdo principal

Alma quimica


O artista e o soprador 

O grande Alquimista idealiza a obra misturando elementos em uma combinação química para produzir vida e transformação. O DNA é uma cadeia genética de átomos dispostos de tal forma que determinam todas as características do nosso ser.

É como se houvesse um mapa ou um plano cuidadosamente traçado que determina todos os potenciais para desenvolver determinadas características que podem iniciar e favorecer determinados comportamentos.

Desde quando nascemos e durante toda nossa vida tais potenciais estarão lá a nos favorecer ou nos dificultar em determinados aspectos. Isso explicaria os nossos talentos, virtudes e fraquezas. Isso explicaria também porque determinadas pessoas mesmo em situações adversas não desenvolvem determinadas fraquezas e outras com um pequeno impulso as incorporam em seu caráter.

Entretanto estudos indicam que o DNA precisa ser ativado para produzir os efeitos que nele estão registrados. Esta ativação ocorreria diante de situações emocionais que provocam uma reação em cadeia em nosso ser e disparam nossos mecanismos internos de proteção e preservação.

Parece então haver uma combinação perfeita entre o plano, o meio e as circunstâncias, para provocar esta ativação.

Quando comparamos o plano da Alma do mapa numerológico com as reações da pessoa diante dos problemas e desafios concluímos que deve existir algum mecanismo que estabeleça esta relação entre o plano, os registros do DNA, o meio e as circunstâncias. Assim suas personalidades são moldadas segundo suas heranças,  como que trazendo de volta um passado distante que foi registrado na sua genética.

Os antigos estudos herméticos falam em quatro fases sucessivas da vida e indicam que somente a partir da terceira fase o indivíduo está com sua personalidade pronta. É como se passássemos uma grande parte de nossa vida nos reconstruindo segundo um velho padrão, para retomar quem somos, para depois então, uma vez reincarnados, começarmos então a reforma de nosso ser lutando contra nossas tendências indesejáveis.

Na oficina da alquimia Suprema, o artista idealizou a obra e cabe ao soprador manter o fogo aceso para aquecer os materiais e fazer a fusão que produzirá a transformação da alma. É pelo calor e pelo atrito que o chumbo se transformará em ouro.

Se assim o fizermos durante toda uma vida, pelo esforço da vontade, manteremos a chama viva e produziremos a mágica da transformação.

Talvez então, após o final, nosso DNA espiritual seja reescrito nos livros sagrados com uma nova fórmula. E finalmente possamos herdar tais virtudes facilitadoras em futuras jornadas.

Roguemos então que o artista alquimista possa idealizar novas combinações químicas e nos proporcionar novos papéis que colocarão a prova tais aprendizados…

8 de Agosto de 2019
João Sérgio P. Silva

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Numero 15 - Família é tudo de bom

Numero 15


Nosso líder acordou cedo já fez o café, tomou café com a esposa e os filhos, levou as crianças na escola... Ele agora quer cuidar das pessoas, se relacionar, amar e ser amado... Desde que tudo corra conforme ele gosta, é claro... Há que vida boa...

Quem pensava que a vida familiar era monótona e parada, está vendo agora que ela é muito agitada, cheia de movimentos, festas, compromissos, comemorações, alegria e mudanças... Uma criatura que gosta de controlar(1)  e mudar as coisas (5)  encontra um "prato cheio" e fica muito entusiasmada...

E se apaixona pelas pessoas e pela rotina. Mas tem que ser do seu jeito...

Família é a coisa mais legal que tem. É falar sem pensar, todo mundo falando ao mesmo tempo, é encarnar no irmão, colocar o apelido justamente que ele não gosta, fazer trapaças, contar segredos É cumplicidade,  fazer traquinagens... É almoço com todos reunidos na mesa, uma brigalhada danada e muita gargalhada, o tio mala... muitas historias e muitas piadas…

Número 13 - O tradicional

Número 13


Devemos pensar que um 13 como resultado final ou no TN pode ser visto como um 10+3 , o que nos remete de novo a ideia da maturidade de quem sabe que cometeu erros de omissão e aceita se submeter ao trabalho duro sem revolta...
O treze recomenda agir com cautela (4) e pés no chão para evitar devaneios (3) e procrastinação  e trabalhar duro para evitar a preguiça.

A riqueza de ideias é criadora e multiplicadora de possibilidades. Uma mais bela que a outra e cada uma apontando um novo caminho.

Queremos ficar com todas não é mesmo?

Mas enquanto não fizermos uma escolha e seguirmos um caminho de cada vez, nada se constrói efetivamente.

Urge então fechar provisoriamente  esta fábrica multiplicadora de sonhos e devaneios, e para isso  precisamos primeiro cercar  para permitir a fixação da massa que sustentará as estruturas. Mas é claro que precisamos de muito cuidado para não endurecer demais e secar totalmente nossa fonte...

A matéria prima das cercas é feita do número 4, a razão,  e um…

Numero 28 - A nobreza do lider

Numero 28

Vocês sabem o que é um grupo de networking? 

São grupos as vezes com 50 a 100 empreendedores que se reúnem com o objetivo de gerar mais negócios para todos. Semelhante às fraternidades mas com um objetivo mais voltado a resultados financeiros.

Normalmente estes grupos não tem um dono, embora tenham um líder e diretores escolhidos pelos demais para manter a ordem e a disciplina. Como as fraternidades, os membros se reúnem em dias certos, conversam e trocam ideias sobre seus negócios, fazem amizades, brincam e até surgem desavenças, exatamente como um qualquer família.

Mas com tantas pessoas com os mesmos interesses, como que se consegue gerar oportunidades para todos e como alguém consegue se destacar dos demais sem gerar competição?

Surge então dois valores importantes  VISIBILIDADE e CREDIBILIDADE.  Os dois juntos produzem maior rentabilidade.

E como você faz para se tornar mais visível em um grupo, uma vez que não tem chefe, e como isso pode gerar resultados?

A respost…